Crédito da Imagem: Manja Vitolic on Unsplash

© Rubens Queiroz de Almeida

Todos nós somos procrastinadores, e tudo bem, é a nossa natureza.

Tenho mais de 40 anos como professor de inglês e posso dizer com total certeza que uma das coisas que as pessoas mais adiam é justamente aprender inglês.

A procrastinação acaba impactando negativamente a nossa vida: nos fazendo postergar sonhos, projetos, aprendizados, nosso próprio desenvolvimento e por aí vai. E isso acontece porque temos a falsa sensação de que nosso tempo é eterno, ilimitado, e que portanto não faz mal esperar um pouco mais para começar, não é mesmo?

Errado!

Infelizmente nossa vida não é ilimitada, apesar desta falsa sensação que temos. Porém nosso cérebro tem dificuldade para assimilar esta verdade e por isso, para exemplificar de uma maneira bem simples e quebrar este mito, veja a figura abaixo. Cada bolinha representa 1 mês de vida. A primeira bolinha (azul) é o seu nascimento, e a última (roxa) é o seu aniversário de 90 anos. Agora pense: de todas estas bolinhas, quantas você já “queimou”/viveu e quantas ainda estão por vir?

Pois é…os anos passam e com eles temos fases que podem ser, na média, bem definidas, é possível ver qual é a nossa expectativa média de vida, e por aí vai. Veja na imagem abaixo, como se comporta a vida de um americano médio. Cada quadradinho agora representa uma semana de vida, as cores representam as fases da vida e no eixo vertical você pode conferir a idade das pessoas:

Interessante. não?

Agora é a sua vez. O calendário abaixo representa a sua vidaClique aqui para baixar o arquivo. Imprima uma cópia e siga os seguintes passos:

  1. Circule o quadradinho que dá início à sua idade atual.
  2. Pinte os quadradinhos das semanas que já foram vividas. Feche os olhos por um momento e relembre tudo o que você viveu até aqui. Faça um agradecimento por todas as experiências e aprendizados que aconteceram e que fizeram você ser a pessoa que você é hoje! Honre seu passado e suas raízes, pois tudo aconteceu exatamente como deveria!
  3. Agora olhe para o futuro: perceba quantos novos quadradinhos ainda estão em branco, à espera de serem vividos 🙂 Reflita: o que você vai querer fazer com eles? O que/como gostaria de viver? Quais planos, sonhos, desejos, aventuras, encontros e aprendizados precisam parar de serem deixados para depois?

Você pode decidir se quer manter este calendário a vista, em algum lugar de sua casa para que ele sirva de lembrete para que você viva cada minuto da melhor maneira possível, ou se prefere guardar e resgatá-lo de tempos em tempos para refletir como tem levado a vida e seus projetos.

Este exercício é forte, mas tem como objetivo fazer você sair do automático vivendo a vida com mais presença, fazendo escolhas conscientes sobre como utiliza seu tempo. Há uma frase muito bonita de Abraham Lincoln, que diz:

“No final, não são os anos em sua vida que contam, mas sim a vida em seus anos”

Por isso, não se preocupe em ter muitos quadradinhos em branco, ou se você já tem muitos preenchidos. A quantidade não é importante. O importante é o quanto cada um deles está preenchido de uma vida com significado.

Procrastinar as vezes faz com que nossas vidas se esvaziem de significado, porque acabamos nos acomodando e deixando para viver as coisas depois. Mas quando é este “depois”? Perceba que muitas vezes este “depois” é um auto-engano, porque ele nunca chega.

Enfim, ao ter esta percepção de sua vida, você até pode continuar procrastinando, mas com certeza você não fará isso da mesma maneira! 😊

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *