Quatro passos para eliminar as pausas ao falar inglês

© Rubens Queiroz de Almeida

É natural que façamos diversas pausas ao falarmos um idioma que não é o nosso. As pausas, naturalmente, se dão quando procuramos por palavras para expressar os nossos pensamentos. Às vezes não conhecemos as palavras que queremos usar, ou não possuímos o conhecimento da estrutura de uma frase.

Quando o nosso vocabulário e o nosso conhecimento das estruturas da língua inglesa é insuficiente, não tem como escapar, acabamos pensando em português para somente então formularmos nosso pensamento em inglês.

Este é um processo lento, pois partimos de uma ideia, codificamos esta ideia em português, para somente então formularmos a frase em inglês.

Não existe um atalho para eliminarmos estas pausas de nosso discurso a não ser que pensemos diretamente em inglês. Mas para isto, precisamos aumentar o nosso vocabulário e nosso conhecimento das estruturas da língua inglesa, ou seja, precisamos trabalhar para aumentar a nossa fluência. Vejamos então quatro passos importantes para vencermos esta barreira.

1. Criar o hábito de pensar nas palavras em inglês

Quanto mais você pensar em inglês, mais rapidamente alcançará a fluência. Para te ajudar nesta tarefa, é importante que você crie um ambiente de imersão nos locais que frequenta, como a sua casa, o seu trabalho, etc.

Por exemplo, ao acordar, possivelmente você tomará o café da manhã, e poderá pensar em algumas palavras como eat, coffee, milk, cheese, fruits, fork, knife, spoon, cup, saucer, e muitas outras. De forma resumida, pense nas palavras em inglês para tudo que você ver no seu dia a dia.

No começo deste processo, para te ajudar na memorização das palavras, você pode colar adesivos do tipo post-it em alguns dos objetos dos ambientes que frequenta.

Isto logo se torna um hábito e você verá que em pouco tempo não terá dificuldade alguma para se lembrar destas palavras e o mais importante, ao ver estes objetos, pensará diretamente em inglês, sem passar pelo português.

2. Pensar em inglês em frases completas

Após o primeiro passo, de pensar em palavras individuais, comece a pensar em frases completas. Por exemplo, ao acordar, você poderá pensar nas seguintes frases:

I’m having breakfast
I’m making coffee
Now I’ll have a glass of orange juice

No ambiente de trabalho:

I’m going to work now
I’ll have a meeting with my boss
I’ll have lunch with a customer today
I have to call John to get an update on the project we’re working on

E assim por diante, o segredo é aproveitar cada oportunidade para pensar em inglês. Neste passo você estará usando frases completas.

Mas não fique desanimado ou aborrecido se não conseguir pensar em frases mais complexas, tudo é um processo. Começamos com frases simples, e a evolução para estruturas mais complexas se dará naturalmente. Ao fazer isto você estará pensando diretamente em inglês, e isto é um passo de grande importância.

O fato de você estar pensando e não falando não faz diferença alguma, para efeitos práticos, o resultado é o mesmo, ou até melhor, visto que você terá a oportunidade de praticar por muito mais tempo. Pensamos o tempo todo, possivelmente até em nossos sonhos, e a oportunidade de falar é bem mais reduzida.

3. Inglês funcional

O próximo passo é visualizar situações, incorporando ao seu repositório de conhecimento frases que precisará usar em diversas situações, como ir ao restaurante, pedir informações em locais como hotéis, ambiente de trabalho, etc.

4. Narrativas

O próximo passo é contar histórias ou descrever eventos. Por exemplo, você pode praticar mentalmente situações como contar para um amigo ou sua esposa ou marido como foi o seu dia no trabalho, descrever para o seu chefe o planejamento para o próximo projeto.

Conclusão

Todos estes passos podem ser feitos mentalmente. Muitos de nós receamos conversar em inglês por medo de errar, de nos expormos ao ridículo. Se você está apenas pensando, este risco não existe. Sem esta inibição, nos sentimos mais a vontade e podemos nos desenvolver mais facilmente, pois não existe uma maneira conhecida de passar do desconhecimento total de um idioma à fluência perfeita, sem erros.

IMPORTANTE: estes passos devem ser seguidos nesta ordem. Pratique o primeiro passo por algum tempo, até se sentir fluente no uso das palavras. Neste momento, passe então para o segundo passo, pratique bastante até não pensar mais em português e se sentir fluente, e prossiga da mesma forma para os dois passos finais.

Referência

Speaking Tip #3 – No more pauses or hesitation when you speak English

#HappyLearning

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *