4 Estratégias para melhorar sua compreensão do inglês escrito

© Rubens Queiroz de Almeida

A nossa compreensão do inglês escrito pode ser consideravelmente aumentada ao observamos algumas estratégias muito simples. A primeira delas, ou a Estratégia 0, é que não precisamos entender todas as palavras para obter uma boa ideia geral do assunto abordado, como já explicamos em detalhes no artigo “O vocabulário não é importante” e no artigo “A Reconstrução da Torre de Babel“.

Vejamos mais quatro estratégias muito úteis para a leitura:

Estratégia 1: As palavras que se repetem

As palavras que se repetem são aquelas que desempenham um papel fundamental para a compreensão do texto. Estas palavras, por ocorrerem em vários locais no texto, são apresentadas em contextos diferenciados o que nos ajuda a inferir seu conteúdo. Mesmo sendo importantes à compreensão do texto, não devemos consultar o dicionário imediatamente, devemos ler o texto até o final para tentar inferir seu significado. Se mesmo assim não conseguirmos inferir seu significado, devemos então consultar um dicionário. Lembre-se sempre, quando descobrimos o significado de uma palavra através de nossos esforços de dedução, a memorização é mais duradoura.

Estratégia 2: Palavras que se parecem em ambos os idiomas

As palavras que se parecem em ambos os idiomas são um presente, visto que não precisamos nos esforçar para deduzir seu significado. Entretanto, devemos tomar cuidado, pois existem os falsos cognatos, que são as palavras parecidas em ambos os idiomas, porém com significados diferenciados, como a palavra actual, que significa realverdadeiro, e não atual.

Para nos ajudar a identificar os falsos cognatos, podemos confiar em nossa compreensão do contexto. Se uma palavra inicialmente identificada como um cognato estiver muito conflitante com o contexto, devemos rever o texto para tentarmos inferir seu real significado.

O artigo “Armadilhas da Língua Anglo-Americana“, de autoria do Professor Leopoldo Roza, retrata com muito bom humor os falsos cognatos mais comuns.

Estratégia 3: Palavras em destaque

As palavras em destaque são aquelas grafadas em negrito, itálico, sublinhado, letras maiúsculas, palavras em fonte maior, caixas de texto, números ou qualquer marcação que as destaquem. Geralmente, quando o autor emprega estes recursos tipográficos, ele quer chamar atenção ou destacar um determinado trecho do texto. Neste caso, dedique atenção especial a estas palavras, pois podem ser muito importantes para entender a mensagem do autor.

Estratégia 4: Localização da informação

Em determinadas situações, quando precisamos apenas de uma informação específica, não precisamos ler um texto por inteiro. Quando consultamos um dicionário para localizar o significado da palavra zipping, por exemplo, não precisamos ler todas as palavras que a precedem. Basta ir à seção do dicionário que contém as palavras que se iniciam com Z e buscar a informação desejada.

O exemplo do dicionário é um tanto óbvio, mas muitas vezes lemos um texto apenas buscando por determinada informação. Este tipo de leitura é também conhecido como scanning, ou seja, damos uma olhada superficial buscando por indicadores do que buscamos e, uma vez localizada esta informação, fazemos então uma leitura mais detalhada, mas apenas no ponto em que se encontra o que queremos.

Veja também

52010cookie-check4 Estratégias para melhorar sua compreensão do inglês escrito

Lista Aprendendo Inglês

Sabia que manter o contato diário com o idioma é uma das principais sacadas para aprender inglês com facilidade?

Assine a lista "Aprendendo Inglês" e receba em seu email todos os dias, um texto ou uma piadinha em inglês.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *